Descoberto, CGU encobriu a propina recebida da SBM para salvar eleição de Dilma


A controladoria geral na União, recebeu provas, durante a campanha de Dilma, que a empresa holandesa SBM Offshore pagou propina para obter contratos com a Petrobras, mas só abriu processo contra a Dilma depois da reeleição. 

Se tudo tivesse sido denunciado antes não haveria reeleição, principalmente porque a propina supostamente foi usada na campanha eleitoral.

Vejam esse vídeo que denuncia mais esse escândalo, e veja abaixo a reportagem completa:



http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/cgu-esperou-eleicao-para-abrir-processo-diz-delator/
Share on Google Plus

About Cabral Arrependido

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.